24 de fevereiro de 2024

Você corre consciente?

0
1944

Existe um componente esquecido quando se precisa transferir os ganhos obtidos com as séries de fortalecimento à mecânica da corrida. Pode-se ter a musculatura do quadril, glúteos, quadríceps e posteriores da coxa mais forte do mundo, mas se as fibras musculares não são ativadas apropriadamente durante cada passada, não importa o quão forte são, a qualidade da sua mecânica de corrida será ou continuará prejudicada. Esta inibição ou falta de ativação é o principal motivo pelo qual corredores continuam a se lesionar, mesmo fazendo todos aqueles exercícios de “core training” e musculação.
A força obtida é importante porém o recrutamento neural das fibras musculares é o elo “perdido” entre a teoria e a prática.

A correta técnica de corrida é uma consequência de como devemos pensar para correr.
Ela passa necessariamente pela progressão sugerida por “Gaudette, 2013” para localizar e eliminar inibições musculares:
1. “incompetência consciente” – entender o básico da mecânica de corrida e melhorar através da força, alongamento dinâmico e educativos):
2. “competência consciente” – correr com melhor percepção do que está fazendo e usando pontos chave que lembrem isto):
3. “competência inconsciente” – eliminar as inibições e não precisar pensar em como correr da maneira correta, ela acontece naturalmente).

Para atravessarmos esta “viagem” da incompetência consciente até a competência inconsciente é vital que façamos os exercícios corretos de forma progressiva que auxilie seu corpo e sistema nervoso a coordenar contração e relaxamento e minimizar limitações estruturais – lesões ou diminuída mobilidade articular / muscular.

Em resumo, como eu costumo dizer “correr não é só correr”.
Investimos tempo, dinheiro e esforço para fazermos o que gostamos da melhor maneira possível, certo?
Então porque não nos atentar e nos dedicar: Alongamento Dinâmico / Educativos Conscientes / Fortalecimento Específico / Técnica de Corrida?

Bons e inteligentes treinos!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui