Corrida no asfalto ou estrada de chão?

0
12241

Comecei a ir para Mato Grosso, especificamente Cuiabá, há pouco mais de dois anos. Uma coisa que me chamou muito atenção foi a quantidade de estradas de chão batido existem próximas da cidade e o quanto os corredores que eu conhecia usavam apenas o asfalto.

Trabalhando com os meus alunos da cidade também senti grande resistência deles em realizar os treinos no chão batido. E isso me motivou a escrever um pouco sobre os benefícios de se utilizar a estrada de chão para realização de boa parte do volume semanal de treinos.

Sendo a corrida uma atividade de alto impacto, é de suma importância o praticante se cercar de alguns cuidados para que ele tenha uma vida longa na modalidade e fique longe de lesões. Entre esses cuidados um muito importante é o tipo de piso a ser realizado a maior parte do seu volume semanal. Entre os piores pisos estão: pedra, concreto, cimento, asfalto.

Ao longo de mais de 20 anos como atleta profissional de triathlon morei em alguns lugares pelo mundo. Eu não só passei a maior parte do tempo correndo em estrada de terra como convivi com atletas de alto rendimento, tanto de triathlon quanto de corrida, realizando a maior parte do treino em estradas de chão, pistas de atletismo ou esteiras, e muito pouco no asfalto.

Você pode dizer “mas vocês são profissionais e eu amador”. E eu te respondo que para o atleta amador é mais importante ainda. Um atleta profissional tem todo um cuidado em massagem, alongamentos e etc. Não tem nada mais frustrante que estar lesionado e não poder praticar a sua atividade.

Alguns benefícios da estrada de chão:

– Redução do impacto;
– Redução de micro lesões;
– Menor chance de lesão pelo impacto causado pela corrida;
– Melhor recuperação de uma sessão para a outra;
– Trabalho de propriocepção principalmente para quem corre trail run e também para quem vai correr no asfalto com pisos irregulares;

Faça o teste em você mesmo. Realize durante uma semana a grande maioria dos seu treinos em terra batida e perceberá a diferença!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here