24 de fevereiro de 2024

Carta ao Trail Run

O atleta José Virginio, que já participou de duas edições do Desafio Senta a Púa, conta porque está gabaritado a assumir a posição de técnico da Seleção Brasileira de Trail Run que vai para o Mundial!

0
10881

Ainda era 1999 quando sentei na cadeira da universidade para iniciar minha graduação em Educação Física e não foi fácil contar os dias para terminar, devido ao cansaço mental que a mesma solicita dentro e fora das aulas. Mas, quando o primeiro ano chegou ao fim, as contas de dias para terminar acabaram se transformando em minutos.

Foram os minutos mais prazerosos que pude viver e aprender, pois lá mesmo eu já sabia que aquele momento iria acabar. Foram dias e dias de teoria e prática, sempre com o questionamento na roda dos amigos: será que essa realidade ou tema vamos usar em nossa carreira de atleta, professor, educador?

Com a cabeça de atleta que eu já era na época (1999/2002), passei a coletar, ler, buscar, sentir o que de fato era teoria e prática, pois eu queria transmitir a real situação que os músculos falam, reclamam, gritam quando são solicitados.

Hoje, 19 anos depois do primeiro dia de universitário, posso falar e escrever que tudo valeu a pena. Onze anos depois de ter entrado de cabeça nas corridas de trilha posso dizer que valeu acreditar no trail running nacional, pois nossa modalidade será digna de grandes atletas e de grandes momentos para nosso povo, esportistas e simpatizantes de atletas que buscam dias melhores através do esporte.

Obrigado à CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo), Sidney Togumi e Guilherme D´Ágostini, por me credenciarem para mais essa missão: ser diretor técnico da equipe de Ultra Trail Run 80 km no Mundial de 2018 a ser realizado na Espanha.

Credenciais:

-Graduado em Educação Física

-Pós-graduado em Treinamento Desportivo

-Técnico Nível III pela IAAF

-Técnico CBAT

-Diretor Técnico da JVM TRAIL RUN

-11 anos de dedicação ao Trail Run

-Tricampeão do Circuito Brasileiro de Corrida em Montanha

-Duas vezes prata no El Cruce de Los Andes

-Duas vezes ouro no Desafio das Serras

-Campeão do Circuito Xterra 50 km – 2014 – Brasil

-Técnico da atleta Ligia Almeida, representante brasileira no Mundial de 80 km 2016 – Portugal

-Técnico da atleta Cissa Ramos, representante brasileira no Mundial de 50 km 2017 – Itália

-Técnico do atleta Carlos Henrique Botelho, campeão da Patagônia Run 125 km – 2017 – Argentina

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui