24 de fevereiro de 2024

Como prevenir o antebraço travado ao pedalar?

1658
0

A perda da sensibilidade e da mobilidade dos antebraços, acompanhada de dor, é o que chamamos popularmente de Arm Pump ou Bomba de Braço. Descrita também como travamento do antebraço, é um situação comum no Mountain Bike e em outras modalidades de ciclismo. E tão importante quanto identificar é saber como prevenir o Arm Pump. Assim, se você já passou por essa situação, ou vem sentindo os braços mais rígidos e doloridos, é legal dar uma espiada nas dicas que selecionamos abaixo.

1) Pilote mais

Pode parecer uma dica simples, mas funciona! Afinal a melhor maneira de melhorar em alguma coisa é praticar, praticar e praticar. Pedalar com mais frequência não apenas irá melhorar a quantidade de oxigênio que chega aos músculos, como também pode otimizar sua força, técnica e eficiência. Além disso, alongar-se antes e depois de pedalar fará com que você se sinta no topo.

O que também ajuda a prevenir o Arm Pump é investir em outros exercícios que fortalecem a região. Nesse sentido, exercícios de prancha e flexões simples de braço podem ser eficientes.

2) Ajuste o cockpit

A configuração do cockpit é um dos principais fatores que influenciam na ocorrência do antebraço travado. A posição e o ângulo das alavancas de freio, por exemplo, podem ajudar a prevenir a Arm Pump.

Da mesma forma que o pulso deve estar nivelado com sua mão, a espessura das manoplas também é uma configuração importante. Mãos menores se dão melhor com manoplas mais finais e vice-versa. Lembre-se que as rotações do guidão também podem exercer pressão desnecessária sobre os músculos.

3) Configure a suspensão

Preste atenção à configuração de sua suspensão. A maioria dos modelos existentes no mercado possuem recursos como pré-carga, compressão e retorno. E o ajuste dos três influenciam na leitura do terreno e por consequência no conforto ao pedalar. Quanto mais eficiente for a suspensão no amortecimento, menos você sofrerá com dores no braço.

4) Relaxe sua pegada

Ao pedalar tenso e rígido você diminui o fluxo sanguíneo e seus braços começam a dar o alarme. Não há necessidade de se prender no guidão, então afrouxe um pouco sua pegada e reengate sua própria suspensão natural: ela amortece os impactos e vibrações que sacodem seus braços.

Focar também na respiração pode ajudar a levar oxigênio valioso para os músculos. Verifique também se as suas manoplas não estão gastas demais e se não é hora de trocá-las por novas. Esse simples upgrade vai renovar a sensação de pedalar sua bicicleta.

5) Verifique seus freios

Com freios mais eficientes, você coloca menos esforço nos manetes e por consequência consegue relaxar mais os braços. Ótima troca, não? Mas e então, quando foi a última vez que você passou algum tempo revisando seus freios? Verifique se os rotores e as pastilhas estão desgastados e substitua-os de acordo. Se você não tiver certeza, vá até a oficina de bicicleta mais próxima e peça uma revisão em seus freios.

6) Mantenha-se hidratado

É tudo uma questão de manter os músculos felizes. Ao hidratar-se bem, você reduz as cãibras e a fadiga. As bebidas esportivas eletrolíticas ou o suco de laranja com uma pitada de sal também podem ajudar em dias quentes.

Procure começar o pedal hidratado, depois beba para matar a sede e talvez um pouco mais se estiver em um ambiente ao qual não está acostumado, como calor, umidade ou frio extremo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui