21 de fevereiro de 2024

CORONA: Recomendações para a retomada do ciclismo

A Confederação Brasileira da Ciclismo produz documento para balizar o retorno dos treinos e competições

1276
0

Na publicação a Confederação entende que o Brasil é muito grande e cada região vive uma realidade frente à pandemia. Por conta disso, estipulou premissas gerais para a realização dos treinos e competições. Com relação a prática da atividade de ciclismo como lazer ou treino, a instituição definiu uma série de recomendações.

CICLISMO COMO LAZER DURANTE A PANDEMIA

  • Orientamos expressamente que os ciclistas amadores e amantes da bicicleta, não realizem suas atividades em grupo neste momento, devido ao período de pandemia pelo qual estamos passando;
  • Orientamos que as atividades sejam realizadas, sozinhas ou em pequenos grupos, seguindo as orientações de distanciamento estabelecido para essas atividades, com uma distância mínima de 20 metros entre os ciclistas, seguindo as orientações de pesquisadores da Bélgica e Holanda;
  • Orientamos expressamente que cada grupo siga rigorosamente as orientações Municipais e Estaduais de sua região.

DICAS DE TREINAMENTO DURANTE A PANDEMIA

  1. Evitar treinar em pelotão. Caso treine acompanhado, mantenha a distância lateral de 2 m e de 20 m do ciclista à sua frente;
  2. Realizar o treino e retorne imediatamente para sua residência, evitando paradas em locais desnecessários. Não compartilhar alimentos e garrafas de água;
  3. Treine em locais próximos à sua residência e evite deslocamento entre municípios. Ao término do treinamento tomar banho imediatamente e colocar sua roupa e uniforme para lavar, higienize sua bicicleta e equipamentos utilizados, principalmente capacete, óculos e luvas;
  4. Não realizar treinamentos muito desgastantes, para não comprometer a imunidade. Caso apresente algum dos sintomas da COVID-19, mesmo que leves, não treinar de forma alguma e procurar o serviço médico imediatamente;
  5. Caso tenha se curado da COVID-19, o retorno aos treinamentos só deverá ser realizado com acompanhamento médico, pois a doença afeta principalmente o sistema pulmonar;
  6. Se possível, fazer a testagem e retestagem;
  7. Cuidado com a carga dos treinos na retomada. Retorne progressivamente e planeje-se bem para evitar lesões;
  8. Priorizar treinos ao ar livre. No caso de treinamentos em ambientes fechados, quando permitidos, certificar-se sempre da higienização dos equipamentos. Mantenha as janelas abertas, distanciamento de 2 m das pessoas e opte por horários de menor movimento;
  9. Buscar informações constantemente e certificar-se de que estão atualizadas;
  10. Cuidar também da saúde mental. Prevenir-se da melhor forma possível, pois existem casos assintomáticos;
  11. Proteger-se de quem está no entorno.

O documento na íntegra pode ser encontrado no portal da CBC. Clique aqui e acesse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui