28 de novembro de 2021

ULTRAlista – 10 livros sobre corrida!

Usain Bolt, Kilian Jornet, atletas amadores e muitas histórias de superação

1934
0

Quem não adora uma lista? Ainda mais uma sobre sobre o esporte mais praticado no mundo. Confira 10 títulos de livros nacionais e estrangeiros que transitam pelo universo da corrida. São histórias engraçadas a relatos inspiradores, conheça como campeões mundiais e atletas amadores lidam com este esporte tão democrático.

Faltou algum título? Faça sugestões nos comentários.

01- Nascido para correr de Christopher McDougall

O livro “Nascido para Correr” conta uma experiência real vivida por Christopher McDougall, um jornalista e corredor. Este é um livro para corredores que mostra que o corpo humano foi sim projetado para correr.
Ele decidiu escrever este livro depois de escutar de um médico especializado em lesões que o corpo humano não aguenta o exagero que a corrida proporciona. Ele sai em busca de respostas na maior aventura de sua vida.
Ele não contenta em buscar respostas somente em laboratórios, e vai até os desfiladeiros mais isolados do México, onde vivem os índios Tarahumara, para descobrir como esse povo consegue correr por dias seguidos, eles correm 48h sem parar, sem treinamento, sem se machucar e com grande alegria. Além disso, muitas vezes descalços ou com sandálias.
A obra é rica e envolvente e apresenta de maneira fluida estudos sobre o início da arte humana de correr, além de outros estudos sobre fisiologia humana e nutrição.

02- Eu Amo Correr de Roberta Faria

Eu Amo Correr é o livro de quem tem paixão pela corrida. São 50 histórias de brasileiros de todo o país que praticam o esporte, seja para manter a saúde, por lazer ou profissão.
São histórias reais de pessoas muito diferentes entre si, mas apaixonadas pelo mesmo esporte. Em grandes fotos coloridas e textos que revelam as experiências pessoais de cada tipo de corredor, a publicação reflete a diversidade dessa atividade física que virou mania nacional.
O livro ainda traz dicas para quem quer começar a correr – ou melhorar a performance –, além de listar os benefícios da prática para o corpo e a mente. E a leitura é uma boa ação: parte da renda é revertida para projetos sociais ligados ao esporte.

03- Do Que Eu Falo Quando Eu Falo de Corrida de Haruki Murakami

Em 1982, Haruki Murakami decidiu vender seu bar de jazz em Tóquio para se dedicar à escrita. Nesse mesmo período, começou a correr para se manter em forma.
Um ano mais tarde, ele completou, sozinho, o trajeto entre Atenas e a cidade de Maratona, na Grécia, e viu que estava no caminho certo para se tornar um corredor de longas distâncias.
Os anos se passaram, e os romances de Murakami ganharam o mundo. Traduzido em 38 idiomas, ele é um dos autores mais importantes da atualidade. É também um maratonista experimentado e um triatleta.
Agora, ele reflete sobre a influência que o esporte teve em sua vida e, sobretudo, em seu texto.
Este é um livro bem-humorado e sensível, filosófico e revelador, tanto para os fãs deste grande e reservado escritor quanto para as inúmeras pessoas que encontram satisfação semelhante nas corridas.

04- Correr de Jean Echenoz

Baseado em fatos reais, ‘Correr’ narra a trajetória de Emil Zatopek, um homem tímido e sorridente que mudou a história das corridas de média e longa distância.
No livro, o autor descreve os êxitos do atleta, das primeiras vitórias até sua consagração, nas Olimpíadas de Helsinque, e conta suas dificuldades – primeiro sob a ocupação nazista, depois sob o stalinismo e, enfim, após um leve respiro na Primavera de Praga, sob a ditadura comunista que fez de tudo para bani-lo do esporte.

 

05- O ultramaratonista de Dean Karnazes

Dean Karnazes é um homem que mudou sua confortável rotina em nome de uma vida mais saudável, tornando-se um dos maiores maratonistas da história.
Em “O Ultramaratonista”, ele ensina pessoas comuns a viverem uma existência mais equilibrada e repleta de aventuras, onde limites são diariamente superados e metas que antes pareciam ser impossíveis podem ser alcançadas.
Mais do que um livro de saúde, “O Ultramaratonista” é um guia para uma nova vida.

 

06 – Correr ou Morrer de Kilian Jornet

Todas as manhãs, durante anos, Kilian Jornet lia estas palavras antes de sair para treinar. Vivia num velho apartamento, dispensava luxos, o que queria era superar-se, ir mais longe, ganhar.
Ganhar tudo. Ainda não tinha vinte anos quando se tornou campeão mundial de corrida de montanha. De repente, no universo da alta competição, nascia um fora de série, um novo herói, uma pessoa extraordinária.
O atleta catalão ainda não fez 25 anos e já não tem rivais em skyrunning, uma das provas de endurance mais duras do planeta. Subiu e desceu o Kilimanjaro mais rapidamente do que qualquer outro ser humano.
Pulverizou todos os recordes em cada desafio que se propôs: desde o Ultra-Trail de Mont-Blanc (163 quilómetros de corrida de altitude), à Transpirenaica, passando pela Volta do lago Tahoe… Correr ou Morrer é o seu diário, o seu manifesto.
É o testemunho de um miúdo dos Pirinéus que cresceu na montanha, que aprendeu a amá-la e a respeitá-la. É a história de campeão leal, apaixonado pela natureza, pela competição consigo mesmo, pelas vitórias. Correr ou Morrer é o grito de um atleta a cruzar a meta, uma filosofia de vida, uma lição para todos.

07- Vidas corridas de Sérgio Xavier

Vidas Corridas são histórias inspiradoras, captadas e traduzidas pela habilidade e sensibilidade literária do Sérgio Xavier Filho, ele mesmo um maratonista.
São relatos de nove profissionais extremamente bem-sucedidos: Max Heringer Abilio Diniz, Antonio Manssur Filho, As Gêmeas Bertoletti, Fernando Nabuco, João Dionísio Amoedo, Márcio Utsch, Ricardo Chester, Samuca Seibel.
Exemplos de empreendedorismo e de carreiras conduzidas com distinção. Pessoas que, um dia, de alguma maneira, perceberam que poderiam extrair da maratona lições e conclusões que iam muito além de vestir o traje apropriado e correr um par de horas.

08- Invencível de Laura Hillenbrand

Em uma tarde de maio de 1943, um avião da Força Aérea americana caiu no meio do oceano Pacífico e desapareceu, deixando para trás alguns escombros e um rastro de óleo e sangue. Em seguida, na superfície do oceano, apareceu um rosto.
Era o do um jovem tenente Louis Zamperini, que se esforçava para chegar a um pequeno bote salva-vidas onde estavam mais dois homens. Assim começou uma das mais impactantes odisseias da Segunda Guerra Mundial.
Vagando por semanas e milhares de quilômetros, enfrentaram fome e uma sede desesperada, tubarões pulando no bote, um ataque de um bombardeiro japonês e um tufão com ondas de mais de doze metros de altura.
Finalmente avistaram uma ilha. Conforme remavam até ela, um navio militar japonês se aproximava. A jornada de Louis tinha apenas começado.
Quando criança, ele foi um rebelde incorrigível. Adolescente, canalizou a rebeldia no atletismo e descobriu um talento que o levou às Olimpíadas de Berlim e à perspectiva de ganhar uma medalha de ouro nos Jogos seguintes.
Mas com o início da guerra, Zamperini foi obrigado a desistir de seu sonho. Com uma voz narrativa rica e intensa, Invencível é o relato fascinante da coragem humana e da ousadia, persistência e ingenuidade de um homem que se recusou a ser vencido.

09- Operação Portuga: Cinco homens e um recorde a ser batido de Sérgio Xavier Filho

Este não é um livro sobre corrida, embora se passe entre treinos e competições. É sobre gente. Na verdade, um tipo muito especial de gente.
O esporte é o pano de fundo, mas o que está em jogo é muito mais do que isso. São histórias de competição, superação e camaradagem. Em outubro de 2006, o empresário Amílcar Lopes Jr., o Portuga, realizou um feito memorável ao completar a Maratona de Chicago em 2 horas 43 minutos e 50 segundos.
A marca, extraordinária para um amador, fez dele uma espécie de lenda no circuito dos corredores de rua de São Paulo. Desde aquele momento, Portuga se tornou o homem a ser batido.
O circuito das maiores maratonas do mundo – Berlim, Boston, Chicago, Nova York e Paris – é o cenário ideal para a busca pelo recorde. Lelo, Guto e Tomás correm o mundo, literalmente, para derrubar o Portuga.
A esse grupo junta-se mais tarde Felipe Wright e sua obsessão em terminar uma maratona abaixo de 3 horas. E ele chegou lá, com a ajuda de um amigo capaz de um gesto de pura e comovedora nobreza.

10- Mais rápido que um raio de Usain Bolt

Mesmo que você prefira longas distâncias e ultramaratonas, você vai gostar de “Mais rápido que um raio”. Esse livro é para corredores de quaisquer distâncias.
Usain Bolt, é o fenômeno do atletismo nas provas de 100 e 200m. Bolt nasceu para correr, para ser um fenômeno global e um ícone no esporte para sua geração.
Esse livro para corredores trata-se de uma autobiografia, Bolt fala sobre sua vida por trás de todo o seu sucesso. Ele revela os desafios que enfrentou no início de sua carreira.
Você poderia imaginar que esse furacão da corrida sentia insuportáveis dores nas costas? Ou que um acidente de carro quase o tirou do mundo da corrida em 2009, quando já era o mais famoso esportista do planeta?
Em “Mais rápido que um raio”, Bolt conta sua história de vida e suas conquistas olímpicas, e também de seus aprendizados. Ele conta sobre quando ele percebeu que não basta ser naturalmente excepcional no que faz se não se dedicar aos treinos como seus adversários o fazem.
Ele fala também da importância da parceria com seu treinador para ser quem ele é hoje. Você acha que um atleta como Bolt não tem preguiça? Bolt, assumidamente preguiçoso, conta que negligenciou vários treinos até entender que apenas seu talento não o manteria no topo do pódio.

 

 

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Open chat