22 de outubro de 2021

Meio ambiente: luvas e máscaras chegam aos mares

Número de máscaras e luvas descartáveis encontradas na costa começa a crescer e preocupa ambientalistas

755
0

Cientistas e entidades de conservação ambiental alertam que a pandemia do novo coronavírus pode gerar um aumento na poluição dos oceanos – somando um novo tipo de lixo plástico aos tantos que já ameaçam a vida marinha. A situação se tornou mais evidente depois que foram encontradas máscaras descartáveis ​​flutuando como se fossem água-viva e luvas de látex espalhadas pelo fundo do mar.

A Opération Mer Propre, uma organização francesa sem fins lucrativos cujas atividades incluem a coleta regular de lixo ao longo da Côte d’Azur, começou a emitir alertas nesse sentido no final do mês passado. Os mergulhadores da entidade descobriram o que Joffrey Peltier, um dos membros da organização, descreveu como “desperdício covarde”: dezenas de luvas, máscaras e garrafas de desinfetante para as mãos sob as ondas do Mediterrâneo, misturadas com o lixo comum de copos descartáveis ​​e latas de alumínio.

Somente na França, as autoridades encomendaram dois bilhões de máscaras descartáveis, disse Laurent Lombard, da Opération Mer Propre. “Sabemos que em breve correremos o risco de ter mais máscaras do que águas-vivas no Mediterrâneo”, escreveu nas mídias sociais ao lado do vídeo de um mergulho mostrando máscaras emaranhadas com algas e luvas sujas no mar perto de Antibes.

O grupo espera que as imagens levem as pessoas a adotarem máscaras reutilizáveis ​​e trocar luvas de látex pela lavagem das mãos com mais frequência. “Com todas as alternativas, o plástico não é a solução para nos proteger da Covid. Essa é a mensagem”, disse Peltier.

Nos anos que antecederam a pandemia, os ambientalistas alertaram para a ameaça aos oceanos e à vida marinha devido ao aumento da poluição plástica. Até 13 milhões de toneladas de plástico entram nos oceanos a cada ano, de acordo com uma estimativa de 2018 da ONU Meio Ambiente. Somente o Mediterrâneo recebe 570.000 toneladas de plástico anualmente – uma quantidade que o WWF descreveu como igual a despejar 33.800 garrafas de plástico a cada minuto no mar.

Esses números correm um risco substancial de crescimento à medida que países em todo o mundo enfrentam a pandemia de coronavírus. As máscaras geralmente contêm plásticos como polipropileno, explica Éric Pauget, um político francês cuja região inclui a Côte d’Azur. “Com uma vida útil de 450 anos, essas máscaras são uma bomba ecológica devido às suas duradouras consequências ambientais para o nosso planeta”, escreveu no mês passado em uma carta a Emmanuel Macron, pedindo ao presidente francês que faça mais para lidar com as consequências ambientais das máscaras descartáveis.

COMO DESCARTAR CORRETAMENTE

Além de não serem feitas de material reciclável, as máscaras de proteção exigem ainda mais cuidado depois de usadas. De acordo com a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, existe um jeito certo e seguro para descartar a máscara utilizada. Para isso, é preciso usar dois saquinhos plásticos – um dentro do outro. Segurando a máscara pelo elástico, insira-a em um saco plástico, amarre bem e depois coloque dentro do segundo saco, dando um nó forte. Em seguida, jogue a máscara usada no lixo do banheiro.

É importante que você não encoste na parte da frente da máscara quando for descartá-la. Após esse processo, higienize suas mãos o melhor possível. Além disso, identificar o material e não encher demais as sacolas, para que o saco de lixo não estoure, são outras dicas indispensáveis para o descarte correto de máscaras usadas.

O lixo do banheiro é considerado um rejeito, ou seja, um tipo de descarte que não contém nenhum material reciclável (popularmente chamado de “lixo comum”). Logo, espera-se que esse tipo de lixo vá para o seu destino final (idealmente um aterro sanitário) sem entrar em contato com outras pessoas. Essas são atitudes simples que ajudam a evitar a proliferação do novo coronavírus e impedir que ele contamine trabalhadores da coleta seletiva. Além disso, é importante separar o lixo corretamente, facilitando a destinação apropriada de cada tipo de material.

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Open chat