10 de maio de 2021

Assaduras: como prevenir e tratar

Elas são mais comuns do que você imagina e já tiraram muita gente das pistas e trilhas

673
0

As assaduras são problemas de pele que aparecem por causa da mistura entre suor excessivo, fricção da pele e região com pouca respiração. Os sais, liberados no suor, ainda contribuem para que o líquido corporal vire uma verdadeira “lixa” para a pele, com o movimento das pedaladas.

Vermelhidões, coceira e a sensação de queimado são típicas das assaduras em ciclistas. Quando não tratadas, elas podem virar verdadeiros polos de bactérias e fungos que se proliferam causando mais transtornos a sua saúde.

Sangramentos e descamação podem ocorrer se as assaduras progredirem muito e você não se cuidar. Além destes problemas, as assaduras ainda trazem um incômodo para suas tarefas do dia a dia, principalmente se você trabalha sentado.

QUAIS SÃO AS CAUSAS DAS ASSADURAS?

Você sabe que as assaduras surgem da mistura entre o suor, região com baixa ventilação e fricção, por causa dos movimentos repetitivos de pedalar. Mas, ainda há outros diversos motivos que podem gerar esse contratempo.

Confira as principais causas das assaduras em ciclistas:

-Ausência de um bike fit, que inclui ajuste de todos os pontos de contato com a bike: guidão, selim e pedais;
-Depilação na área afetada — causa coceira e irritação de pele;
-Uso de roupas íntimas debaixo da bermuda de ciclismo;
-Selim desajustado ou inadequado ao seu perfil;
-Pedalar com roupa molhada — água de chuva;
-Roupa para bike, larga ou justa demais;
-Roupa não apropriada para pedalar.

COMO SE PREVENIR DE ASSADURAS?

Há várias forma de prevenir assaduras, que vão deixar você livre para o seus pedais e outras atividades. É hora de adotar essas prevenções e também corrigir hábitos que favorecem que as assaduras apareçam.

ENXUGUE-SE DEPOIS DO PEDAL

Sempre que chegar de um pedal, tome um bom banho e dê atenção especial às axilas, virilhas e entre os dedos dos pés. Também, use uma roupa leve depois do banho ou fique sem a roupa íntima, para auxiliar o seu corpo a “respirar” — o que evita frieiras, assaduras e irritações de pele.

USE BERMUDA ADEQUADA

Talvez, depois da bike e do capacete, a terceira compra de um ciclista seja a bermuda para ciclismo. Use um modelo que tenha forro adequado e, de preferência com tecido antibacteriano, que evita que bactérias se acumulem na região.

Ainda, o tecido deve ser confortável, de secagem rápida e respirável. Sem contar que a peça não deve ficar nem muito justa e nem larga, para evitar o atrito com sua pele. Há modelos masculinos e femininos, portanto, pegue a adequada para o seu corpo.

NÃO USE ROUPA ÍNTIMA PARA PEDALAR

Nunca use roupa íntima por baixo da bermuda ou bretelle de ciclismo. As roupas para ciclismo eliminam o uso de roupas íntimas, que causariam mais acúmulo de suor, fricção na pele e desconforto para pedalar.

PASSE POMADAS CONTRA ASSADURAS

O uso de pomadas é muito válido prevenir assaduras em ciclistas, mesmo se você não tenha tido nunca esses problemas. Principalmente em pedais longos, as pomadas contra assaduras garantem que a região fique protegida.

Algumas pomadas têm embalagem compacta, que ajuda para que você leve durante o pedal — para colocar no bolso da camiseta de bike, na mochila ou no alforje.

TENHA O SELIM IDEAL

O selim da sua bicicleta deve ser escolhido, primeiro, de acordo com o seu objetivo de pedal. Se é passeio, treino, competição ou endurance — longas distâncias —, cada tipo de pedal tem modelos adequados.

Em segundo lugar, o modelo deve ser adequado ao seu corpo, mais precisamente aos ísquios, ossos que ficam na região onde você se acomoda sobre o selim.

Assaduras em ciclistas é tema que deve ter muita atenção, já que pode lesionar gravemente o corpo. Seguir todas essas dicas e sempre ficar de olho nas regiões do corpo que tendem a ter esse problema, é regra de ouro. Lembre-se também: se o contratempo persistir, vá ao médico.

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui