10 de maio de 2021

Exercícios de Kegel: fortaleça o assoalho pélvico

Aprenda dois exercícios para fazer em casa

323
0

O assoalho pélvico fica na parte do corpo comumente conhecida como “bacia” ou pélvis, entre a barriga e as pernas. O assoalho em si diz respeito aos músculos dessa região que precisam ser bem fortes, já que colaboram com:

  • Bom funcionamento da vagina e do pênis;
  • Controle do fluxo de urina e fezes;
  • Sustentação de órgãos como bexiga, intestino, útero e ovários ou próstata;
  • Suporte do peso do útero e do bebê durante a gravidez;
    Facilidade de orgasmo e/ou ereção peniana.

Com a idade e a falta de exercícios, ou devido à gravidez, esses músculos tendem a enfraquecer e, por isso, é importante trabalhar o fortalecimento pélvico. Vamos entender como?

Exercícios de Kegel: para que servem?

Os exercícios de Kegel são um conjunto de atividades para fortalecer esses músculos do assoalho pélvico. Eles podem ser feitos por homens e mulheres, jovens e idosos e mesmo durante a gestação!

Da mesma forma como precisamos malhar os outros músculos, devemos fortalecer o assoalho pélvico. Como vimos, essa parte do corpo tem influência em muitas áreas de nossa vida e seu fortalecimento faz a diferença no nosso bem-estar.

Conheça alguns benefícios do fortalecimento pélvico:

 

2 exercícios de Kegel para fazer em casa

Eles podem ser feitos em casa, mas devem ser sempre orientados e indicados por um profissional da área da saúde! Antes de começar os exercícios é preciso localizar o músculo que você vai fortalecer.

  • Se você tem vagina, pode encontrar o músculo na hora que estiver fazendo xixi. Tente parar a urina e “segurar”. Pronto, você achou o músculo a ser trabalhado;
  • Se você tem pênis, basta simular que vai segurar gases com o ânus e vai ter achado o esfíncter anal e o períneo.

Em ambos os casos, tente usar só o músculo determinado, sem usar a musculatura da barriga ou da perna. Se não conseguir de início, não se preocupe, continue os exercícios até que consiga. Vamos aos exercícios?

Exercício 1: contrair e relaxar

  • Encontre e sinta o músculo a ser trabalhado
  • Contraia com força, evitando usar outros músculos
  • Segure por 6 a 10 segundos
  • Relaxe
  • Repita cerca de 8 vezes

Exercício 2: elevador

  • Encontre e sinta o músculo a ser trabalhado
  • Imagine que está em um elevador que sobe
  • À medida em que “os andares forem subindo”, contraia cada vez mais os músculos
  • Quando chegar ao seu máximo, vá “descendo”, relaxando os músculos bem aos poucos
  • Repita cerca de 8 vezes

Ambos os exercícios podem ser feitos mais de uma vez por dia. Por exemplo: ao acordar, durante o almoço e antes de dormir. No começo, tente em casa, onde estiver mais à vontade. Com o tempo, você poderá fazer o exercício em qualquer lugar, já que ninguém o vê.


Esta matéria foi extraída do portal da Unimed Cuiabá
Para ler essa e outras informações acesse aqui.
Texto: Agência Babushka | Edição e Revisão: Unimed do Brasil
Revisão técnica: equipe médica da Unimed do Brasil

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui